PATROCINADORES

Ibovespa tem pior queda do século com tombo no preço do petróleo

O Ibovespa encerrou a segunda-feira (9) em queda de 12,17%, aos 86.067 pontos. O derretimento do índice fez a B3 acionar o circuit breaker logo no início da sessão e interromper os negócios por 30 minutos. A medida foi tomada pela primeira vez desde o “Joesley Day”, em maio de 2017. O clima de pessimismo no pregão foi influenciado pelo tombo na cotação mundial do petróleo e o aumento das preocupações com os impactos do coronavírus na economia global. Foi a maior baixa da bolsa brasileira no século e a segunda maior do dia entre todos os mercados acionários, atrás apenas da Grécia (13%). Na Itália, principal foco da doença na Europa, a bolsa caiu 11%. As cinco ações mais negociadas tiveram perdas: preferenciais da Petrobras (-29,70%), Vale (-15,20%), ordinárias da Petrobras (-29,68%), B3 (-12,01%) e Itaú Unibanco (-6,93%). O dólar acompanhou o cenário de pânico e fechou em forte valorização. A moeda norte-america teve alta de 1,97%, cotada a R$ 4,72.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.