Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Nenhum comentário

Ibovespa rompe 87 mil pontos, mas perde força e fecha em baixa

Ibovespa rompe 87 mil pontos, mas perde força e fecha em baixa

O Ibovespa rompeu os 87.000 pontos no começo do pregão desta terça-feira (13) – atingindo a máxima de 87.333 pontos. A partir do fim da manhã, o índice inverteu o movimento e iniciou a baixa, fechando o dia aos 86.383 pontos, queda de 0,59%. Pela manhã, a alta foi impulsionada pelos dados de inflação nos Estados Unidos, que vieram abaixo do esperado – o que tira a pressão do Fed, o banco central americano, para elevar os juros. Pela tarde, pesou a desvalorização do petróleo e a demissão do secretário de Estado dos Estados Unidos, Rex Tillerson, que puxou para baixo as bolsas americanas.

Por que é importante
O dia foi marcado por queda nas ações blue chips, as mais negociadas na bolsa, com destaque para Petrobras, Vale, Banco do Brasil e Unibanco
Quem ganha
As ações da Estácio subiram 3,41%, registrando a maior alta do dia, cotadas a R$ 33,10
Quem perde
As ações da Cosam caíram 3,31%, registrando a maior baixa do dia, cotadas a R$ 43,30

Envie seu comentário