PATROCINADORES

Ibovespa renova máxima histórica e supera os 96 mil pontos; dólar cai

A Bolsa registra alta pelo terceiro dia seguido nesta sexta-feira (18), batendo mais um recorde neste início de 2019. Às 11h32, o Ibovespa avançava 0,87%, aos 96.184 pontos, após ter alcançado 96.396 pontos na máxima do pregão. Este é o patamar mais elevado na história do índice, que já acumula avanço superior a 9% no ano. Entre as cinco ações mais negociadas do dia, duas operavam em alta: Vale (1,90%) e preferenciais da Petrobras (0,91%). Os papeis da Rumo (-0,96%), Suzano (-1,77%) e Braskem (-0,57%) registravam queda. O dólar comercial caía 0,12%, negociado por R$ 3,74, depois de três subidas consecutivas.

A Bovespa e o real se beneficiam de uma sessão com menor aversão ao risco no exterior. As principais bolsas asiáticas fecharam o dia em terreno positivo, movimento que se repete nos mercados de ações europeus e nos índices futuros dos Estados Unidos. Os investidores se mostram otimistas após aparentes avanços nas negociações entre China e Estados Unidos. Segundo o Wall Street Journal, o secretário do Tesouro americano, Steven Mnuchin, propôs a retirada de tarifas à importação de produtos chineses, como forma de sinalizar boa vontade dos Estados Unidos em negociar um acordo para colocar um fim na guerra comercial entre os países. A Casa Branca, contudo, não confirma a informação.

Por que é importante

Com o mercado à espera de avanços na discussão em torno da reforma da Previdência, a Bolsa opera de olho no exterior

Quem ganha

As ações ordinárias da Eletrobras registravam a maior alta do dia: 4,98%, cotadas a R$ 32,49

Quem perde

As ações da Smiles registravam a maior baixa do dia : 1,71%, cotadas a R$ 42,60

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × 4 =

Pergunte para a

Mônica.