Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

1 comentário

Ibovespa pode ultrapassar os 100 mil pontos com Bolsonaro eleito

Ibovespa pode ultrapassar os 100 mil pontos com Bolsonaro eleito

A tendência é que o Ibovespa continue subindo após o primeiro turno das eleições presidenciais. Desde que o vencedor seja Jair Bolsonaro (PSL). Essa é a projeção da Guide Investimentos. Segundo Rafael Passos, analista da corretora, a tendência é que o Ibovespa chegue a 96 mil pontos com a vitória do candidato da ultradireita, em um “cenário base”. Em um cenário otimista, o índice pode chegar aos 105 mil pontos. Confira abaixo os principais trechos da conversa de Passos com o MONEY REPORT:

O que vai acontecer com o mercado a partir de agora? A tendência é o Ibovespa oscilar, ou continuar crescendo?

Tendência é de alta. Com base nos lucros projetados para 2018 e os níveis históricos do Ibovespa, projetamos, em um cenário padrão, que o índice vai atingir cerca de 96 mil pontos, caso Bolsonaro seja eleito. Em um cenário mais otimista, pode chegar até aos 105 mil pontos. Com Haddad, nós trabalhamos com um cenário base de queda para aproximadamente 63 mil pontos, e 67 mil para um cenário mais otimista.

Na sua opinião, os investidores estão reagindo de maneira correta ao resultado do primeiro turno, ou há um excesso de euforia?

Se olharmos hoje (segunda-feira), os mercados estão, de fato, eufóricos. Porém, caso Bolsonaro vença o pleito, ainda há bastante espaço para valorização do Ibovespa. Ao que tudo indica, ele vem forte para o segundo turno e isso deve fazer o índice avançar.

Pensando pelo lado do investidor, o que é melhor: comprar mais ações ou esperar um pouco?

Depende do tipo de ação. No curto prazo, é arriscado apostar em ações mais voláteis, porque os humores do mercado podem mudar rapidamente após cada pesquisa divulgada. Porém, o investidor de longo prazo pode achar alguns papeis de longo prazo mais atrativos, caso o avanço de Bolsonaro se confirme.

E quais seriam essas ações?

Em um primeiro momento, as ações do “kit eleições”, que são mais líquidas dentro do Ibovespa, de estatais e grandes bancos, devem se valorizar bastante. Em um segundo momento, poderíamos assistir ao avanço no valor de empresas com maior exposição à economia brasileira, com receita local. Por exemplo, Usiminas, BR Malls e Renner. As eleições deste domingo mostraram que um eventual governo Bolsonaro pode ter um apoio parlamentar maior do que era esperado, o que facilitaria a aprovação de medidas de ajuste fiscal, que constam no seu plano de governo. Estas são fundamentais para a economia voltar a crescer.

Comentários

Envie seu comentário