PATROCINADORES

Ibovespa opera em queda ainda sob ‘efeito Trump’; dólar sobe

Ainda na esteira do clima tenso no mercado externo, após declaração de Trump de que iria elevar as tarifas cobradas sobre produtos chineses, às 10h52 desta terça-feira (7) o Ibovespa operava em queda, com baixa de 1,86%, aos 93.241 pontos. O dólar operava em alta de 0,88%, cotado a R$ 3,99. Além do cenário externo, o noticiário político em torno da reforma da Previdência, que terá a primeira reunião da Comissão Especial hoje, gera expectativas no mercado sobre prováveis alterações no BCP, regras para aposentadorias rurais e benefícios para professores. A possibilidade de o projeto da reforma previdenciária sofrer mudanças é tida como real no meio político.

As cinco ações mais negociadas da sessão operavam em baixa: preferenciais da Petrobras (-1,72%), Ambev (-3,71%), Itaú Unibanco (-2,49%), Magazine Luiza (-2,61%) e Banco do Brasil (-1,36%).

Por que é importante

As notícias sobre a guerra comercial entre Estados Unidos e China, para surpresa do mercado, devem prevalecer nos próximos dias e afetar as bolsas americanas e europeias, com reflexo nas ações negociadas na B3

Quem ganha

As ações da Via Varejo registravam a maior alta do dia: 2,85%, cotadas a R$ 4,69

Quem perde

As ações da Smiles registravam a maior baixa do dia: -3,34%, cotadas a R$ 46,08

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.