Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

1 comentário

Ibovespa fecha em leve queda após 2ª alta mais expressiva do ano

Ibovespa fecha em leve queda após 2ª alta mais expressiva do ano

O Ibovespa encerrou o pregão desta terça-feira (12) em baixa de 0,20%, aos 97.828 pontos, um dia após ter subido 2,79% – o índice chegou aos 98.150 pontos na máxima da sessão e atingiu os 97.267 pontos no valor mais baixo. Com o resultado, a bolsa se afasta do seu recorde de 98.589 pontos, obtido no dia 4 de fevereiro.

O Ibovespa recuou em uma sessão de realização de lucros para os investidores, que seguem atentos às discussões em torno da reforma da Previdência no Congresso Nacional. A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados deve ser instalada nesta quarta-feira (13) – a avaliação da proposta na CCJ é o primeiro passo na tramitação do projeto.

Entre as cinco ações mais negociadas do dia, três fecharam em alta: Vale (0,18%), Bradesco (0,29%) e Itaú Unibanco (0,22%). Os papeis preferenciais da Petrobras (-0,90%) e do Banco do Brasil (-0,61%) fecharam em queda. O maior recuo do pregão foi o da B2W Digital (-5,11%), que se desvalorizou após o concorrente Mercado Livre anunciar um plano para receber aportes de US$ 1,85 bilhão. O dólar comercial caiu pelo terceiro dia seguido, negociado por R$ 3,81, depois de ter atingido os R$ 3,90 na última quinta (7).

Por que é importante
Apesar do recuo nesta terça, o Ibovespa acumula avanço de 2,35% em março
Quem ganha
As ações da Marfrig tiveram a maior alta do dia: 6,39%, cotadas a R$ 5,99
Quem perde
As ações da B2W Digital tiveram a maior baixa do dia: -5,11%, cotadas a R$ 47,90

Comentários

Envie seu comentário