PATROCINADORES

Ibovespa fecha em forte queda depois de rejeição ao governo

O Ibovespa fechou a segunda-feira (26) com queda de 1,27% caindo aos 96.429 pontos, depois de subir 0,79% nas primeiras horas de pregão. A inversão aconteceu depois da divulgação da pesquisa realizada pela CNT/MDA, que mostrou que a avaliação negativa do governo aumentou de 19% para 39,5%.

Já no exterior as bolsas americanas Nasdaq, Dow Jones e S&P 500 tiveram alta acima de 1%, depois que o presidente norte-americano Donald Trump anunciou que vai retomar as negociações das tarifas com a China, sinalizando um possível acordo para por fim à guerra comercial entre os dois países.

As cinco ações mais negociadas fecharam o dia em baixa: BTG Pactual (-18.48%), B3 (-3,49%), Petrobras (-1.32%), Vale (-1,11%) e Itaú (-0,03%). 

O dólar voltou a subir e fechou em alta de 0,29% a R$ 4,15.

Por que é importante

A avaliação negativa do governo reflete o receio dos investidores e empresários sobre a recuperação econômica -- e a capacidade do governo tocar as reformas que o país precisa para melhorar o ambiente de negócios

Quem ganha

A EDP Brasil teve a maior alta do dia: 1,10%, a R$19,29.

Quem perde

A MRV teve maior queda do dia: -5,77%, a R$17,65

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 − 10 =

Pergunte para a

Mônica.