PATROCINADORES

Ibovespa encerra em baixa pela quinta semana consecutiva

O Ibovespa teve um dia forte oscilação, variando entre a mínima de 69.583 pontos e a máxima de 71.421 e encerrou a sexta-feira (15) em queda de 0,93% aos 70.758 pontos. É a primeira vez desde agosto de 2017 que o índice fica abaixo dos 70 mil pontos, mas ainda não rompeu o fundo dos 69 mil pontos, considerado um ponto de resistência que, se rompido, pode abrir espaço para quedas ainda mais acentuadas. As tensões internacionais entre EUA e China e as incertezas no cenário interno deixam os investidores cautelosos quanto aos ativos brasileiros. Dentre as cinco ações mais negociadas do dia, encerram em alta o Itaú (0,97%) e o Bradesco (1,78%). Fecharam em baixa a Vale (4,99%), Banco do Brasil (1,19%) e os papéis preferenciais da Petrobras (0,86%). O dólar recuou 2,15%, cotado a R$ 3,73, com o anúncio Banco Central de que estenderá a atuação no mercado de câmbio.

Por que é importante

A bolsa acumulou queda de 2,99% na semana, a quinta consecutiva – a maior sequência de perdas semanais desde janeiro de 2014. No ano, a baixa é de 7,39%

Quem ganha

As ações da Braskem registram a maior alta do dia (21,40%), cotadas a R$ 49,92

Quem perde

As ações da Eletrobras registraram a maior baixa do dia (8,39%), cotadas a R$ 13,00

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 3 =

Pergunte para a

Mônica.