PATROCINADORES

Bolsa descola do exterior e ronda os 94 mil pontos; dólar sobe

A Bolsa volta a subir nesta segunda-feira (14), após ter recuado 0,16% na sexta (11). Às 11h27, o Ibovespa avançava 0,29%, aos 93.925 pontos, depois de ter atingido 94.145 pontos na máxima do dia. O desempenho é superior ao verificado nas principais bolsas globais, que registram queda após os dados decepcionantes das exportações (-4,4%) e importações (-7,6%) da China em dezembro, na comparação com novembro. Os números refletem a desaceleração da economia chinesa, que impacta os negócios e expectativas dos investidores no mundo.

No Brasil, o clima é de otimismo com as notícias de que o governo Bolsonaro deve apresentar uma proposta mais dura de reforma da Previdência. Segundo o jornal Valor Econômico, a reforma a ser apresentada deve se inspirar no modelo elaborado pela equipe de economistas coordenada por Armínio Fraga, que pode poupar R$ 1 trilhão dos cofres públicos em 10 anos.

Entre as cinco ações mais negociadas do dia, três operavam em alta: Ambev (1,50%), Magazine Luiza (0,31%) e Suzano (1,36%). Os papeis preferenciais da Petrobras (-0,56%) e Vale (-1,07%) registravam baixa. Seguindo o desempenho das demais moedas de países emergentes, o dólar comercial subia 0,31%, negociado por R$ 3,73.

Por que é importante

Caso o Ibovespa mantenha esse desempenho, o índice vai fechar o pregão desta segunda em sua máxima histórica

Quem ganha

As ações da Log registravam a maior alta do pregão: 7,50%, cotadas a R$ 21,07

Quem perde

As ações da Usiminas registravam a maior queda do pregão: 2,85%, cotadas a R$ 9,89

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − 12 =

Pergunte para a

Mônica.