Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Nenhum comentário

Ibovespa cai e dólar sobe em dia ruim no exterior

Ibovespa cai e dólar sobe em dia ruim no exterior

O Ibovespa fechou o último pregão antes do feriado em queda, mas registrou alta no acumulado da semana. O índice recuou 0,91% nesta quinta-feira (11), aos 82.921 pontos, mas terminou a semana com avanço de 0,73%, influenciado pela disparada de 4,57% na segunda (8), na esteira do resultado eleitoral. O dólar subiu 0,45% no dia, negociado por R$ 3,78, mas registrou queda de 1,97% na semana. Entre as cinco ações mais negociadas do pregão, três fecharam em baixa: preferenciais da Petrobras (-2,46%), Itaú Unibanco (-0,89%) e Bradesco (-0,53%). Fecharam em alta as ações da Vale (1,40%) e Banco do Brasil (0,08%).

Na opinião de Victor Candido, economista-chefe da Guide Investimentos, o movimento de correção do Ibovespa nesta quinta acabou superando os efeitos das pesquisas Datafolha e XP/Ipespe, que apontaram larga vantagem de Jair Bolsonaro (PSL) contra Fernando Haddad (PT) no segundo turno. “O resultado também reflete as declarações recentes de Bolsonaro, contrárias à reforma da Previdência e à privatização da Eletrobras, mas ele ainda é considerado pelo mercado um candidato muito melhor do que o Haddad”, afirmou. No que diz respeito ao câmbio, a desvalorização do real frente ao dólar é reflexo do dia tenso no exterior, que viu as principais bolsas nos Estados Unidos, Europa e Ásia caírem, aumentando a aversão aos ativos de risco.

Por que é importante
O Ibovespa retorna à faixa dos 82 mil pontos, mas os analistas do mercado ainda veem espaço para o índice avançar
Quem ganha
As ações da Magazine Luiza tiveram a maior alta do dia: 5,07%, cotadas a R$ 150,94
Quem perde
As ações da Raia Drogasil tiveram a maior queda do dia: 5,60%, cotadas a R$ 67,75

Envie seu comentário