Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Nenhum comentário

Estatais sobem e puxam Ibovespa para os 100 mil pontos

Estatais sobem e puxam Ibovespa para os 100 mil pontos

Depois de quatro pregões de baixa, o Ibovespa fechou a quarta-feira (21) com alta de 2,00% a 101.202 pontos sob influencia do Ministro da Economia, Paula Guedes, de que 17 estatais serão privatizadas até 2022. 

As ações preferencias da Petrobras dispararam 5,95%, a R$25,95, já que o governo disse que pretende privatizar totalmente a estatal até o final de 2022. Desde o dia 2 de janeiro, os papeis da Petrobras não subiam tanto.  “Nós achamos que vamos surpreender. Tem gente aí achando que não será privatizado e vai entrar na faca”, afirmou o Ministro da Economia, Paulo Guedes. A Telebras, que está na lista das companhias que serão privatizadas, teve um disparo de 62%.

As cinco ações mais negociadas do dia subiram. Além das preferenciais da  Petrobras, fecharam em alta a Cyrela (8,15%), Banco do Brasil (5,72%), Bradesco (1,97%) e Vale (0,71%).

O dólar fechou em queda de 0,5% negociado a R$ 4,02. 

Por que é importante
Empresas estatais são mais ineficientes, por isso são sub precificadas pelos investidores. Notícias sobre a privatização de empresas como Petrobras, Banco do Brasil ou Eletrobras induzem os investidores a pensar que, como empresas 100% privadas, elas sofrerão um 'choque de gestão' que vai torná-las mais eficientes e, como consequência, mais lucrativas
Quem ganha
As ações ordinárias da Eletrobras tiveram a maior alta do dia: 12,39%, a R$ 45
Quem perde
As ações da CSN tiveram a maior queda do dia: -2,23%, a R$ 14,05

Envie seu comentário