PATROCINADORES

Em queda, bolsa vai ao menor patamar desde julho de 2017

O Ibovespa abriu a semana em forte queda mesmo com os estímulos econômicos anunciados pelo Banco Central (BC) e pelo Federal Reserve (banco central dos Estados Unidos) para enfrentar os impactos da pandemia do novo coronavírus. Os investidores seguem a tendência de aversão a risco com os sinais mais claros de uma recessão global em 2020. O índice da bolsa brasileira despencou 5,22%, aos 63.569 pontos, e retornou ao nível de julho de 2017 – período posterior ao “Joesley Day”. As cinco ações mais negociadas desta segunda caíram: Vale (-3,10%), preferenciais da Petrobras (-4,17%), Itaú Unibanco (-6,94%), Bradesco (-8,16%) e Magazine Luiza (-1,44%). Acompanhando o cenário de pessimismo, o dólar teve valorização de 2,21%, cotado a R$ 5,13.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.