PATROCINADORES

“Criptomoedas são ingressos para participar de uma rede de valor”

Uma das dúvidas mais comuns sobre ativos digitais (critptomoedas) é: moedas são reserva de valor e têm lastro. O dólar tem seu valor garantido pelo Fed, o banco central americano. No caso das criptomoedas, qual o lastro? Quem garante seu valor? Para Marcelo Sampaio, CEO da Hashdex Digital Assets, a pergunta faz pouco sentido. Em entrevista a MONEY REPORT, ele explica que criptomoedas não são dinheiro, são ativos digitais. Pensar neles sob a ótica monetária leva a um entendimento errado a respeito do seu potencial. “Quando se fala em moeda, se pensa em lastro, Banco Central e macroeconomia, que são conceitos pouco utilizáveis no novo contexto das blockchains”.

Então, qual a melhor forma de entender um ativo digital? Segundo Sampaio, como ingressos para quem deseja participar de uma blockchain, que pode ser entendida como uma rede de valor. “O ativo digital é um incentivo para que uma rede tenha participantes”, diz. “Se houver muitos entrantes, o ativo se valoriza. Se não houver demanda, tende a morrer, como empresas quebram.” Confira a entrevista completa.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × 5 =