Document
PATROCINADORES

Consultor de carreiras fala sobre oportunidades na área de finanças

Está aberta da temporada de contratações de profissionais da área de finanças. Segundo Felipe Brunieri, gerente da área de Finanças da empresa de recrutamento Talenses, abril a maio é o período em que as empresas buscam contratar profissionais do setor. “É a grande chance no ano de o candidato se recolocar no mercado”, diz. Sai na frente quem investiu nas seguintes frentes:

Habilidades técnicas: saber executar o ofício é fundamental. Por isso, é importante que o profissional esteja sempre atualizado, fazendo custos de especializações, pós-graduação ou certificações.

Habilidades comportamentais: Para se sobressair neste tema, é muito importante o autoconhecimento. Tanto em uma entrevista de emprego, como no cotidiano corporativo, é importante ter claro quais são suas fortalezas e fraquezas, justamente para saber valorizar seus pontos fortes e evoluir os fracos. Autoconhecer-se facilita a participação mais assertiva em entrevistas que analisam o perfil comportamental do candidato.

Networking e conhecimento do mercado: Estabelecer uma rede de contatos sólida e de qualidade também é fundamental para o aumento da empregabilidade. Algumas vezes, é saudável convidar esses contatos mais próximos para tomar um café e conversar sobre as atualizações do mercado. A manutenção do contato regular com essas pessoas ampliará suas chances de ser lembrado por elas quando estiver interessado em uma movimentação de carreira, ou até quando elas souberem de alguma oportunidade interessante do mercado. A regra, aqui, é fazer networking quando não é necessário, para usá-lo quando for necessário.

Por que é importante

Segundo Felipe Brunieri, o mercado de trabalho em 2018 dá sinais de maior aquecimento após o fim da recessão

Quem ganha

Desempregados. Brunieri explica que, ao contrário do período 2010-2013, quando o mercado de trabalho estava aquecido, estar desempregado hoje não torna o profissional mal visto no mercado. "A crise tirou do mercado bons profissionais"

Quem perde

Quem busca aumentos salariais. "Dificilmente o profissional desempregado vai conseguir uma colocação que pague o salário antigo"

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.