Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Nenhum comentário

‘Choque’ de capitalismo pode prejudicar Ibovespa, diz gestor do Alaska

‘Choque’ de capitalismo pode prejudicar Ibovespa, diz gestor do Alaska

Em entrevista ao Infomoney, Henrique Bredda, gestor do Alaska Asset Management, disse que o “choque de capitalismo” que o governo pretende dar no país pode prejudicar as maiores empresas de capital aberto na B3, a bolsa brasileira. Segundo Bredda, medidas de abertura da economia e reformas pró-negócios, que facilitam abertura de empresas e redução da burocracia, podem estimular a entrada de novas companhias (nacionais e estrangeiras). O aumento da competição, na visão do gestor do Alaska, quebraria oligopólios existentes no país — que são comandados pelas empresas de capital aberto. Essa empresas hoje têm acesso diferenciado a crédito e grande fatia de mercado e, com aumento da concorrência, perderiam valor.

Por que é importante
O Brasil é um país fechado, com pouca competição em diversos setores da economia e precisa de uma 'injeção de capitalismo' para voltar a crescer
Quem ganha
A população. O choque de capitalismo aumentaria a competição, provocando a queda de preços e aumento da oferta de melhores produtos e serviços
Quem perde
Os acionistas das maiores empresas listadas no Ibovespa

Envie seu comentário