PATROCINADORES

Cenário eleitoral pode levar Ibovespa aos 40 mil ou 170 mil pontos

Entre os quatro candidatos à presidência com mais intenções de votos, Ciro Gomes (PDT) provocaria a queda mais acentuada no Ibovespa. De acordo com projeções feitas por Alexandre Póvoa, sócio fundador da Canepa Asset Managment, publicadas no site do Valor Econômico, o índice cairia para 45.000 pontos e o dólar, iria a R$ 4,40. Para se ter ideia da queda, o Ibovespa fechou a quarta-feira (6) 76.117 pontos, e o dólar, em R$ 3,83. Segundo Póvoa, o melhor cenário para a bolsa seria a vitória do tucano Geraldo Alckmin – o Ibovespa chegaria aos 170.000 pontos e a moeda americana, cotada a R$ 3,25. Entre os dois extremos estão Marina Silva (Rede) e Jair Bolsonaro (PSL). No caso de vitória de Marina, o índice chegaria aos 120.000 pontos e o dólar a R$ 3,50. Se o vencedor for Bolsonaro, Ibovespa a 60.000 pontos e dólar a R$ 3,50.

Por que é importante

A projeção feita por Póvoa leva em conta consonância (ou falta) das propostas dos candidatos com a expectativa dos investidores. Por exemplo, na disposição de fazer reformas para a redução do déficit fiscal

Quem ganha

Alckmin, que é bem visto pelo mercado, mas não decola nas pesquisas

Quem perde

Ciro, que tenta se aproximar do mercado financeiro, mas, ao mesmo tempo, ameaça adotar um governo intervencionista e antimercado

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 + 2 =

Pergunte para a

Mônica.