PATROCINADORES

Bolsas despencam no exterior e puxam Ibovespa para baixo

Não foi dessa vez que o Ibovespa encerrou o dia acima dos 90 mil pontos. O índice chegou aos 90.452 pontos na máxima do pregão, mas perdeu força e fechou com queda de 1,33%, aos 88.624 pontos. A bolsa brasileira foi negativamente impactada pelo desempenho das ações americanas, que despencaram após o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, usar sua conta no Twitter para afirmar que pode impor novas tarifas à China, caso os dois países não cheguem a um acordo. As cinco ações mais negociadas do dia fecharam em baixa: preferenciais da Petrobras (-2,31%), Vale (-2,27%), Itaú Unibanco (-0,11%), Bradesco (-0,32%) e Ambev (-0,54%). Com o cenário mais hostil ao risco, o dólar subiu 0,44%, sendo negociado por R$ 3,86.

Por que é importante

As declarações de Trump foram um balde de água fria para quem esperava uma diminuição nas tensões comerciais entre EUA e China

Quem ganha

As ações da Magazine Luiza tiveram a maior alta do dia: 1,65%, cotadas a R$ 164,80

Quem perde

As ações da Suzano tiveram a maior baixa do dia: 4,69%, cotadas a R$ 39,65

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − 11 =

Pergunte para a

Mônica.