PATROCINADORES

Bolsa sobe e retoma os 104 mil pontos. Dólar cai 1,21%

A bolsa brasileira teve um dia de valorização nesta quinta-feira (8). O Ibovespa avançou 1,30%, aos 104.115 pontos, em dia marcado pelo otimismo aqui e lá fora. Internamente, pesou positivamente a rejeição de todos os destaques feitos pelos partidos de oposição ao projeto de reforma da Previdência aprovado na Câmara dos Deputados, que segue para o Senado. E, no exterior, a boa notícia foi a desvalorização menor do yuan, a moeda chinesa — abaixo das expectativas de mercado. A decisão evita escalada da crise envolvendo China e Estados Unidos, que travam uma disputa comercial que afeta a economia global.

Os principais índices das bolsas americanas fecharam em alta: Dow Jones (1,4%), Nasdaq (2,2%) e S&P 500 (1,9%)

Das cinco ações mais negociadas do dia, somente os papeis da Ambev fecharam em baixa (-2,23%). Subiram Vale (1,51%), preferenciais da Petrobras (2,93%), Itaú (0,54%) e Banco do Brasil (0,72%). 

Com a queda nas tensões externas, o dólar teve uma sessão de alívio. A moeda americana caiu 1,21%, negociada a R$ 3,92.

Por que é importante

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM), já está com o projeto da nova Previdência. Sua aprovação melhora o ambiente macroeconômico e vai permitir a manutenção de um cenário de juros e inflação em baixa

Quem ganha

As ações da B2W registraram a maior alta do dia: 5,83%, a R$ 37,41

Quem perde

As ações da Cielo registraram a maior baixa do dia: 3,03%, a R$ 7,67

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × 2 =

Pergunte para a

Mônica.