Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

2 Commentários

Bolsa volta aos 89 mil pontos e fecha semana em queda de 4,52%

Bolsa volta aos 89 mil pontos e fecha semana em queda de 4,52%

O Ibovespa operou em alta na maior parte do dia nesta sexta-feira (17), mas perdeu fôlego durante a tarde e fechou o pregão em queda de 0,04%, aos 89.993 pontos, na mínima do ano. Com o resultado, o índice encerrou a semana em baixa de 4,52%, retornando aos níveis registrados em 2018. O dólar comercial subiu 1,62%, negociado por R$ 4,10 – maior valor para a moeda americana desde 19 de setembro.

Prejudicada por uma série de más notícias, a bolsa teve oito sessões negativas nas últimas duas semanas. No front externo, a piora na guerra comercial entre Estados Unidos e China pressionou os índices globais, que repercutiram o acirramento da disputa entre os dois países. No Brasil, o mercado está cada vez mais preocupado com a falta de articulação política do governo Bolsonaro, que tem sofrido derrotas no Congresso em meio à discussão em torno da reforma da Previdência.

Entre as cinco ações mais negociadas do dia, três fecharam em alta: Vale (2,84%), Bradesco (0,76%) e Itaú Unibanco (0,19%). Os papeis preferenciais da Petrobras (-2,33%) e Banco do Brasil (-1,73%) caíram.

Por que é importante
Com o resultado, o Ibovespa registra queda de 6,60% em maio
Quem ganha
As ações da Suzano tiveram a maior alta do dia: 6,09%, cotadas a R$ 38,00
Quem perde
As ações da Cielo tiveram a maior baixa do dia: -4,34%, cotadas a R$ 6,84

Comentários

Envie seu comentário