PATROCINADORES

Bolsa fecha em queda após retaliação chinesa aos EUA

O Ibovespa fechou segunda-feira (05) em queda como resultado da retaliação chinesa na guerra comercial contra os EUA. O país asiático desvalorizou hoje o yuan, que chegou ao nível mais baixo em uma década, além de pedir a suas estatais que suspendam as importações de produtos agrícolas dos americanos.

A bolsa brasileira terminou o dia em queda de 2,51%, aos 100.097 pontos, após atingir a mínima de 99.630 pontos. Das cinco ações mais negociadas do dia, todas caíram: Vale (-3,85%), Petrobras preferencial (-3,66%), Magazine Luiza ordinária (-2,66%), Bradesco preferencial (-1,81%) e Itaú (-1,37%). O dólar subiu 1,67%, negociado a R$ 3,96.

Por que é importante

Após o anúncio de tarifas sobre produtos chineses na semana passada por parte dos americanos, os chineses decidiram retaliar nesta semana desvalorizando sua moeda, o que tem gerado impacto nas bolsas mundiais

Quem ganha

As ações da Marfrig registraram a maior alta (+1,03%), aos R$ 6,88

Quem perde

As ações da CSN registraram a maior queda (-5,99%), aos R$ 14,91

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro − dois =

Pergunte para a

Mônica.