PATROCINADORES

Aversão ao risco provoca queda da bolsa. Dólar sobe

A bolsa brasileira abriu a semana em queda livre. Na segunda-feira, o Ibovespa fechou o dia em baixa de 1,93%, aos 100.573 pontos, próximo à mínima, 1003.542 pontos. O dólar subiu 1,18% a R$ 4,10.
O motivo de tensão entre os investidores foi a disputa comercial entre China e Estados Unidos, que não dá trégua, e os atrasos na aprovação da reforma da Previdência no Senado.
As cinco ações mais negociadas do dia fecharam em baixa: Bradesco (-0,64%), preferenciais da Petrobras (-1,28%), Vale (-1,18%), Banco do Brasil (-3,95%) e Itaú (-1,85%).
A crise no cenário externo levou os investidores estrangeiros a adotar um comportamento conservador, que resulta na saída de investimentos em países em desenvolvimento, como o Brasil. A aversão ao risco provocou, até agora, saída de R$ 25,2 bilhões do país em 2019.

Por que é importante

O dia teve volume financeiro abaixo da média: R$ 10,2 bilhões

Quem ganha

As ações da Raiadrogasil foram as únicas a fechar o dia em alta: 0,62% a R$ 102,13

Quem perde

As ações ordinárias da Eletrobras tiveram a maior baixa do dia: -7,90%, a R$ 35,78

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − quatro =

Pergunte para a

Mônica.