PATROCINADORES

Após queda de 1,6%, bolsa se recupera e fecha em alta

Depois de cair 1,6% na primeira hora do pregão, a bolsa brasileira foi se recuperando aos poucos até fechar a quarta-feira (7) com alta de 0,61%, aos 102.782 pontos, na máxima do dia. A virada ocorreu na última hora do pregão e foi puxada pelos papeis dos principais bancos privados, Itaú e Bradesco, que abriram o dia em queda.

Das cinco ações mais negociadas, fecharam em alta: Itaú (3,69%), Bradesco (2,11%). Fecharam em queda: preferenciais da Petrobras (-1,08%), Vale (-0,30%) e Banco do Brasil (-0,10%).

O dólar subiu 0,48%, negociado a R$ 3,97.

Por que é importante

O dia registrou volume financeiro de R$ 19,2 bilhões e os investidores operaram ante o otimismo com a aprovação da reforma da Previdência na Câmara e tensões em relação à disputa comercial entre EUA e China

Quem ganha

As ações da Raia Drogasil registraram a maior alta do dia: 9,25%, a R$ 94,50

Quem perde

As ações da B2W registraram a maior baixa do dia: 4,74%, negociadas a R$ 35,35

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 + dezessete =

Pergunte para a

Mônica.