PATROCINADORES

Gerente executivo de RH da Petrobras é demitido por suspeita de insider trading

A Petrobras comunicou a demissão de Claudio Costa do cargo de gerente executivo de recursos humanos da estatal. Costa era considerado um dos principais homens de confiança de Roberto Castello Branco, que está no processo de deixar a presidência da companhia. Segundo a revista Crusoé, o motivo para a saída do executivo seria uma suspeita de insider trading identificada em uma checagem de rotina. Ele teria negociado ações da Petrobras um dia antes de o presidente Jair Bolsonaro anunciar oficialmente a decisão de trocar o comando da petroleira e indicar para a função o general Joaquim Silva e Luna. O próprio Castello Branco, que segue no posto até o fim do mês, teria determinado a demissão do gerente ao tomar conhecimento do fato no domingo (28). Costa negou o uso de informações privilegiadas para movimentar os papéis da empresa.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Uma resposta

  1. Muito fraco o comentário, o “insider” fez uma compra de PUT, onde a mesma se valoriza com a desvalorização do ativo. ele “apostou” na queda do ativo.. Ótimo trade.. Brasil é fraco, não acha o dinheiro mais não.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis − 8 =

Pergunte para a

Mônica.