Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Nenhum comentário

Ilan Goldfajn: “País foi forçado a fazer a consolidação fiscal”

Ilan Goldfajn: “País foi forçado a fazer a consolidação fiscal”

O ex-presidente do Banco Central e presidente do conselho do Credit Suisse no Brasil, Ilan Goldfajn, afirmou que as reformas estruturais colocaram o país no caminho certo do equilíbrio fiscal. “Por anos, as despesas cresceram em um ritmo maior do que as receitas. O resultado foi que o Estado quebrou e o país foi forçado a fazer a consolidação fiscal”, disse. Ele participou do evento “Perspectivas 2020” realizado nesta terça-feira (3) por MONEY REPORT. Goldfajn apontou que as mudanças iniciadas com o teto de gastos e que avançam agora com a aprovação da reforma da Previdência representam uma mudança no motor da economia.

“A inflação está controlada, os juros caíram e o setor privado tem mais condições de crescer e puxar a economia”, acrescentou.

O ex-presidente do BC defendeu ainda que a agenda reformista não pode parar, e destacou a necessidade de mudar o sistema tributário para melhorar o ambiente de negócios. Com um cenário mais favorável, Goldfajn completou que o país pode ter condições de crescer em um ritmo acima de 2%.

Envie seu comentário

onze + 11 =