PATROCINADORES

Leilão de quatro terminais portuários prevê investimentos de R$ 400 mi

A CS Brasil Transporte de Passageiros e Serviços Ambientais, empresa do grupo JSL, arrematou o terminal de granéis sólidos minerais no Porto de Aratu (BA), a partir de um lance único de R$ 10 milhões de outorga. O terminal tem uma área de 152 mil metros quadrados e demandará R$ 245 milhões de investimentos ao longo dos 25 anos de arrendamento. A companhia também arrematou o terminal de granéis sólidos vegetais no mesmo porto, em um terreno de 52 mil metros quadrados, com uma oferta de R$ 52,5 milhões de outorga. Com um contrato mais curto, de 15 anos, os investimentos deverão somar R$ 120 milhões.

A nova operadora do terminal de movimentação e armazenagem de veículos no Porto de Paranaguá (PR) é a Acensus Gestão e Participações, que venceu o leilão de concessão com contrato de 25 anos nesta sexta-feira (18), na B3, em São Paulo. A outorga foi de R$ 25 milhões. O lance inicial foi de R$ 5 milhões. O investimento previsto é de R$ 22,2 milhões para a construção de novas estruturas. O terminal tem 74 mil metros quadrados e capacidade para cerca de 4 mil veículos.

O grupo Timac Agro levou o terminal de granéis líquidos no Porto de Maceió (AL). Sendo o único interessado pelo terminal. A outorga oferecida foi R$ 50 mil. O investimento previsto no contrato de 25 anos é de R$ 12,7 milhões.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × dois =