PATROCINADORES

Justiça, democracia e legitimidade com quem entende de leis

É impossível falar de liberdade sem colocar o Judiciário e o sistema legal brasileiro no centro da conversa. Por isso, o segundo painel da 1ª Conferência Internacional da Liberdade contou com o jurista Modesto Carvalhosa e a procuradora regional da República Thaméa Danelon (à direita), com mediação da juíza do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG) Ludmila Lins Grilo (à esquerda). O trio conduziu a apresentação “O Judiciário e os riscos para a liberdade”. Carvalhosa começou lembrando que a “legimitidade é o valor que mantém a democracia”. Acompanhe.

Compartilhe

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pergunte para a

Mônica.

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.