PATROCINADORES

Endividamento das estatais federais cai no governo Bolsonaro

Um dos desafios do ministro da Economia, Paulo Guedes, é diminuir o peso das estatais sobre os ombros dos brasileiros. O caminho é longo, mas os primeiros passos foram dados. Segundo o Boletim das Estatais Federais, entre 2015 e 2019 o endividamento das empresas públicas caiu de R$ 544 bilhões para R$ 325 bilhões. O quadro de pessoal também encolheu. “São medidas que visam tornar as empresas mais saudáveis para os processos de privatização”, disse Salim Mattar, secretário de Desestatização. 

Por que é importante

O Estado brasileiro é pesado demais. Segundo Salim Mattar, existem 637 estatais com participação direta e indireta da União, o que faz do Brasil um dos campeões mundiais nesse quesito

Quem ganha

Com a redução do endividamento e o projeto de desestatização, os cofres públicos

Quem perde

Os que defendem o aparelhamento do Estado e os servidores públicos

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.