Document
PATROCINADORES

ENBPar é criada para gerir Eletronuclear e Itaipu com a iniciativa privada

O governo criou uma sociedade anônima com capital estatal para atuar como empresa de participações na gestão do setor elétrico em conjunto com empresas privadas. A Empresa Brasileira de Participações em Energia Nuclear e Binacional (ENBpar) surge oficialmente nesta segunda-feira 13) e faz parte da estratégia federal de desestatização de ativos. O decreto estabelece vinculação com o Ministério das Minas e Energia e as regras para a privatização da Eletrobras.

A União seguirá com controle direto ou indireto das empresas, instalações e participações, detidas ou gerenciadas pela Eletrobras, especificamente Eletrobras Termonuclear (Eletronuclear) e Itaipu Binacional. A Eletronuclear cuida das usinas do complexo de Angra dos Reis (imagem) e a Itaipu Binacional, da barragem contruída por Brasil e Paraguai. O decreto determina que a ENBpar terá por fim “garantir a manutenção sob o controle da União da operação de usinas nucleares, bem como a titularidade do capital social e a aquisição dos serviços de eletricidade da Itaipu Binacional por entidade da administração pública federal, para atender ao disposto no Tratado entre a República Federativa do Brasil e a República do Paraguai para o aproveitamento hidrelétrico dos recursos hídricos do Rio Paraná, pertencentes em condomínio aos dois países”, informa a Secretaria-Geral da Presidência da República.

Caberá à ENBpar gerir contratos de financiamento que utilizem recursos da Reserva Global de Reversão (RGR) celebrados até 17 de novembro de 2016 e a administração dos bens da União sob administração da Eletrobras. Também será responsável pela administração da conta corrente Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (Procel) e pela gestão dos contratos de comercialização da energia gerada pelos empreendimentos contratados no âmbito do Programa de Incentivo às Fontes Alternativas de Energia Elétrica (Proinfa).

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.