PATROCINADORES

Congonhas e Santos Dumont devem ser privatizados entre 2021 e 2022

O ministro de Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, disse nesta terça-feira (12) que a expectativa é que os aeroportos de Congonhas (São Paulo) e Santos Dumont (Rio de Janeiro) sejam privatizados entre 2021 e 2022. Os dois terminais são considerados as “joias da coroa” do programa de desestatização do governo federal que envolve o setor aéreo. Tarcísio indicou que a previsão para 2020 é conceder à iniciativa privada 22 aeroportos, incluindo os terminais de Manaus (AM), Goiânia (GO) e Curitiba (PR).

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis − quinze =

Pergunte para a

Mônica.