Document
PATROCINADORES

Concessão do Santos Dumont pode ter lance mínimo de R$ 1 bilhão

O Aeroporto Santos Dumont, na área central do Rio de Janeiro, está na lista do governo federal para ser concedido à iniciativa privada até o primeiro semestre de 2022. A expectativa é que o leilão previsto para maio tenha um lance mínimo na casa de R$ 1 bilhão. Ao jornal O Globo, o secretário de Aviação Civil, Ronei Saggioro Glanzmann, adiantou que o certame deve ser realizado sem qualquer restrição, tanto quanto aos participantes como em relação às operações do terminal, origem e destino dos voos. Quem arrematar o aeroporto central do Rio ainda levará a administração dos terminais regionais de Jacarepaguá (RJ), Uberlândia (MG), Uberaba (MG) e Montes Claros (MG). Glanzmann mostrou confiança que o processo terá muitos interessados. O secretário aposta na recuperação do setor aéreo no segundo semestre com o avanço da vacinação contra o novo coronavírus no país. A expectativa dele é que os efeitos da pandemia estejam completamente superados até meados de 2023.

Por que é importante

O Santos Dumont é um dos aeroportos mais movimentados do país, principalmente pela Ponte área Rio-SP

Quem ganha

Os passageiros, com a melhoria dos serviços

Quem perde

A Infraero, estatal de infraestrutura aeroportuária que deve perder totalmente a sua influência com as concessões no setor

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.