PATROCINADORES

Vereadores de SP aprovam reforma da previdência municipal

Teve troca de acusações, xingamentos e empurra-empurra. Mas os vereadores de São Paulo aprovaram a reforma da Previdência para os servidores municipais na madrugada de sábado. O placar foi 33 a favor e 16 contra. Agora, a alíquota de contribuição dos servidores aumenta de 11% para 14% quem ganha acima do teto do INSS (R$ 5.645,80), vai ter que integrar um sistema de previdência complementar. Para ser implementado, o projeto precisa passar por segunda votação na Câmara, que deve ocorrer no dia 26. Depois disso, depende de sansão do prefeito, Bruno Covas (PSDB), defensor da reforma.

Por que é importante

A previdência dos servidores na capital paulista tem um déficit estimado atualmente em R$ 6 bilhões

Quem ganha

O caixa da Prefeitura de São Paulo e os servidores que se aposentarem nas próximas décadas (já que a reforma diminui o risco de falta de recursos para o pagamento das aposentadorias)

Quem perde

Sindicatos contrários à reforma

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × quatro =

Pergunte para a

Mônica.