PATROCINADORES

Turquia diz que Trump trabalha para extraditar clérigo acusado de orquestrar golpe

DOHA (Reuters) – O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse ao presidente turco Tayyip Erdogan que Washington está trabalhando para extraditar um clérigo muçulmano que vive nos EUA e é acusado de ter orquestrado um fracassado golpe na Turquia em 2016, disse o ministro de Relações Exteriores turco neste domingo.

“Na Argentina, Trump disse a Erdogan que eles estão trabalhando na extradição de (Fethullah) Gulen e outras pessoas”, afirmou Mevlut Cavusoglu, em referência a um encontro do G20 que reuniu os dois líderes há duas semanas atrás.

A Turquia busca há tempos a extradição de Gulen, que vive em um exílio auto-imposto nos EUA há quase duas décadas. Um antigo aliado de Erdogan, ele é acusado por autoridades turcas por um fracassado golpe em que soldados com tanques e helicópteros atacaram o parlamento e atiraram sobre civis desarmados.

Gulen nega qualquer envolvimento no fracassado golpe.

Trump disse no mês passado que não estava avaliando a extradição do clérigo como parte de seus esforços para aliviar a pressão dos turcos sobre a Arábia Saudita após o assassinato do jornalista saudita Jamal Khashoggi em Istambul.

Erdogan disse na semana passada que a Turquia começaria novas iniciativas no exterior mirando as finanças de apoiadores de Gulen.

“Vi recentemente uma investigação crível do FBI sobre como a organização de Gulen sonega impostos”, afirmou Cavusoglu em uma conferência em Doha.

(Por Dmitry Zhdannikov)

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três + 16 =

Pergunte para a

Mônica.