PATROCINADORES

Trump não irá interferir se Whitaker tentar limitar investigação de Mueller

Por Amanda Becker

WASHINGTON (Reuters) – O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse em uma entrevista que foi ao ar neste domingo que não interferiria se Matthew Whitaker, atual Secretário de Justiça dos EUA, decidisse cercear a investigação do procurador especial Robert Mueller sobre a interferência da rússia na eleição presidencial de 2016.

Em entrevista ao programa “Fox News Sunday” gravada na sexta-feira, Trump também disse que provavelmente não concordaria com uma entrevista presencial com Mueller, que também está investigando se a campanha do presidente republicano conspirou com Moscou e se Trump infringiu a lei tentando obstruir a investigação.

Whitaker assumiu a supervisão da investigação de Mueller em 7 de novembro após o presidente Trump nomeá-lo como principal autoridade do cumprimento da lei, substituindo Jeff Sessions, que o presidente demitiu. Whitaker, que os democratas chamaram de “lacaio político” de Trump, já criticou o escopo da investigação de Mueller e sugeriu a possibilidade de miná-la cortando o orçamento de Mueller.

Na entrevista, Trump disse que não conhecia as declarações anteriores de Whitaker sobre a investigação de Mueller e que não “se envolveria” se ele decidisse cerceá-la.

“Vai depender dele”, disse Trump ao entrevistador do “Fox News Sunday”, Chris Wallace. “Eu acho que ele tem muita consciência política. Ele é astuto politicamente… Vai fazer o que é certo.”

Trump negou qualquer conluio com Moscou e classificou a investigação de Mueller como “caça às bruxas”. A Rússia também nega uma conspiração.

Um grupo bipartidário de senadores norte-americanos  renovou na semana um esforço pedindo uma lei que proteja o procurador especial, mas o líder da maioria no Senado, Mitch McConnell, um republicano, se opôs. A senadora republicana Lindsey Graham, que provavelmente comandará no ano que vem o painel do Senado que supervisiona o Departamento de Justiça, se reuniu com Whitaker na semana passada e disse estar confiante de que a investigação sobre a Rússia continuará.

O deputado Adam Schiff, principal democrata no comitê de Inteligência da Câmara dos Deputados dos EUA, disse que os democratas não apoiarão qualquer esforço de Whitaker para limitar a investigação de Mueller.

Trump disse a repórteres na Casa Branca na sexta-feira que completou “com muita facilidade” as respostas escritas para a investigação de Mueller. Em seus comentários ao “Fox News Sunday”, ele sinalizou que não planejava participar de uma entrevista cara a cara com a equipe de Mueller.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 − treze =

Pergunte para a

Mônica.