PATROCINADORES

Tribunal de Tóquio decide manter prisão de Carlos Ghosn por 10 dias, diz Kyodo

TÓQUIO (Reuters) – Um tribunal de Tóquio decidiu manter a prisão do presidente do conselho de administração da Nissan, Carlos Ghosn, e do diretor-representante Greg Kelly por 10 dias, disse a agência de notícias Kyodo News nesta quarta-feira.

Ghosn foi preso na segunda-feira depois que uma investigação interna da Nissan descobriu que ele havia supostamente cometido fraudes durante anos, incluindo o uso pessoal de dinheiro da empresa e a não declaração de ganhos.

(Reportagem de Chris Gallagher)

tagreuters.com2018binary_LYNXNPEEAK0NF-VIEWIMAGE

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 + um =

Pergunte para a

Mônica.