PATROCINADORES

Representante comercial dos EUA diz que prazo para acordo com China é inflexível

WASHINGTON (Reuters) – O representante comercial dos Estados Unidos, Robert Lighthizer, afirmou neste domingo que considera 1º de março como um “prazo inflexível” para se obter um acordo de comércio com a China e que novas tarifas serão impostas se um acerto não for alcançado.

“Até onde me concerne é um ‘hard deadline’. Quando eu converso com o presidente dos Estados Unidos ele não fala sobre irmos além de março”, disse Lighthizer à emissora norte-americana CBS. Ele se referiu ao presidente dos EUA, Donald Trump, e à recente decisão de atrasar a imposição de tarifas de importação sobre produtos chineses até 1º de marco.

“A maneira como isso foi montado é que ao final de 90 dias, as tarifas serão elevadas”, disse Lighthizer, sinalizando que a negociação sobre tarifas com a China poderá não ser prorrogada.

(Por Howard Schneider)

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × quatro =

Pergunte para a

Mônica.