PATROCINADORES

Parlamentares ucranianos aprovam introdução de lei marcial

KIEV (Reuters) – Parlamentares ucranianos votaram nesta segunda-feira para apoiar uma proposta do presidente Petro Poroshenko de introduzir a lei marcial durante um período de 30 dias em áreas do país mais vulneráveis a um ataque da Rússia.

Eles também votaram para confirmar que a Ucrânia realizará eleições presidenciais em 31 de março.

A votação ocorre após a apreensão de três embarcações ucranianas pela Rússia durante o fim de semana, uma crise que ameaça jogar os dois países em um conflito aberto.

Separadamente, o Fundo Monetário Internacional (FMI) disse que introduzir a lei marcial não teria nenhum impacto sobre a cooperação do FMI com a Ucrânia.

(Por Natalia Zinets e Matthias Williams)

tagreuters.com2018binary_LYNXNPEEAP1MU-VIEWIMAGE

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco + dez =

Pergunte para a

Mônica.