PATROCINADORES

Macron diz que lamenta profundamente decisão de Trump de retirar tropas da Síria

N’DJAMENA, Chade (Reuters) – O presidente da França, Emmanuel Macron, disse neste domingo que lamenta profundamente a decisão do presidente norte-americano, Donald Trump, de retirar as tropas dos Estados Unidos da Síria.

    Em uma mudança abrupta de estratégia, Trump anunciou na quarta-feira que Washington vai retirar os aproximadamente 2.000 soldados dos EUA que estão na Síria, derrubando um pilar da política norte-americana no Oriente Médio e chocando aliados.

    “Eu lamento muito a decisão tomada sobre a Síria”, afirmou Macron durante uma coletiva de imprensa no Chade.

“Ser aliado é lutar ombro a ombro. É a coisa mais importante para um chefe de Estado e chefe das forças militares”, disse ele.”Um aliado deveria ser confiável.”

    Macron ressaltou a importância do trabalho das Forças Democráticas Sírias, lideradas pelos curdos, que reconquistaram grandes regiões do norte e leste do país das mãos do Estado Islâmico.

“Peço a todos… que não se esqueçam do que devemos a eles”, disse.

    Autoridades norte-americanas justificaram a decisão de sair da Síria dizendo que o Estado Islâmico foi derrotado. 

(Por Madjiasra Nako)   

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × dois =

Pergunte para a

Mônica.