PATROCINADORES

Ex-diplomata canadense é detido na China após prisão de executiva da Huawei, diz fonte

Por John Ruwitch e Michael Martina

XANGAI/PEQUIM (Reuters) – Um ex-diplomata canadense foi detido na China, disseram duas fontes nesta terça-feira, e a instituição onde ele trabalha atualmente, o Grupo Internacional de Crises, disse estar buscando sua liberação rápida e segura.

A detenção de Michael Kovrig acontece depois que a polícia canadense prendeu a vice-presidente financeira da empresa chinesa de tecnologia Huawei a pedido de autoridades norte-americanas, em uma medida que enfureceu Pequim.

Não ficou claro de imediato se os casos estão relacionados, mas a prisão de Meng Wanzhou em Vancouver, em 1º de dezembro, tem provocado temores de represálias contra a comunidade empresarial estrangeira na China.

“O Grupo Internacional de Crises está ciente de relatos de que seu conselheiro sênior para o Nordesde da Ásia, Michael Kovrig, foi detido na China”, disse a instituição em comunicado.

“Estamos fazendo todo o possível para conseguir informações adicionais sobre o paradeiro de Michael assim como sua liberação rápida e segura”, acrescentou.

Os Ministérios de Relações Exteriores e de Segurança Pública da China não responderam de imediato a perguntas enviadas sobre a detenção de Kovrig. A razão exata para a prisão dele não ficou clara de imediato.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 4 =

Pergunte para a

Mônica.