PATROCINADORES

Bolsonaro anuncia André Luiz Almeida Mendonça como futuro chefe da AGU

BRASÍLIA (Reuters) – O presidente eleito Jair Bolsonaro anunciou nesta quarta-feira que André Luiz de Almeida Mendonça será o chefe da Advocacia-Geral da União (AGU) em seu governo, mas ainda não decidiu se o escolhido terá o status de ministro de Estado.

“Informo a todos que a Advocacia-Geral da União será liderada pelo senhor André Luiz de Almeida Mendonça, advogado com ampla vivência e experiência no setor”, escreveu Bolsonaro em publicação no Twitter.

Advogado da União desde fevereiro de 2000, Almeida Mendonça ocupa desde 2016 o cargo de assessor especial do ministro da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU), Wagner Rosário, que na véspera foi confirmado por Bolsonaro para continuar no cargo. Rosário foi nomeado para o cargo pelo presidente Michel Temer.

O futuro chefe da AGU já foi advogado da BR Distribuidora e ocupou diversos cargos dentro da carreira da AGU, como o de diretor do Departamento de Patrimônio e Probidade e de corregedor-geral.

Na semana passada, advogados públicos federais protocolaram um ofício que solicitava ao presidente eleito que considerasse uma lista tríplice para escolher quem chefiará a AGU em seu governo. Almeida Mendonça não fazia parte dessa lista.

Em entrevista após o anúncio, o futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, disse que não está decidido se a AGU vai manter ou não o status de ministério. “Essa é uma decisão que o presidente não tomou”, disse, ao frisar que o objetivo é que as estruturas sejam enxutas.

A atual chefe da AGU, Grace Mendonça, tem status de ministra de Estado.

(Por Ricardo Brito)

tagreuters.com2018binary_LYNXNPEEAK16N-VIEWIMAGE

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 − cinco =

Pergunte para a

Mônica.