PATROCINADORES

Temer não vai conceder indulto de Natal

Após muitas idas e vindas, o presidente Michel Temer acabou desistindo de editar neste ano o decreto do indulto de Natal. A decisão definitiva ocorreu neste domingo (30), dois dias antes da posse de Jair Bolsonaro, que já se mostrou contrário à concessão do benefício. A definição de Temer ocorre após o polêmico decreto de 2017, generoso com os condenados por crime de corrupção, parar no Supremo Tribunal Federal (STF), que ainda não finalizou o julgamento sobre a validade da medida. O indulto do ano passado perdoava quem cometeu delitos sem violência (como corrupção) e tivesse cumprido pelo menos um quinto da pena até 25 de dezembro de 2017.

Por que é importante

Esta é a primeira vez desde a redemocratização que o indulto não será concedido pelo presidente da República

Quem ganha

A imagem de Temer, que vai encerrar o mandato um pouco menos desgastada

Quem perde

Condenados que poderiam ser beneficiados com o indulto

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

onze − 5 =

Pergunte para a

Mônica.