PATROCINADORES

Temer deve ser alvo de mais cinco investigações

Denunciado no inquérito dos portos pelos crimes de corrupção ativa, passiva e lavagem de dinheiro, o presidente Michel Temer (MDB) deve ser alvo de outras cinco investigações ao deixar o cargo. Segundo a Folha de S. Paulo, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, identificou novas suspeitas que teriam ocorrido de 2010 a 2015. Elas não integraram a denúncia desta semana porque são anteriores ao atual mandato presidencial. Caberá a um procurador que atua na primeira instância avaliar o material levantado e dar prosseguimento nas investigações. Conforme a Folha, um dos casos pode tramitar perante a 7ª Vara Criminal da Justiça Federal do Rio de Janeiro, que tem o juiz Marcelo Bretas como titular.

Por que é importante

Michel Temer foi o primeiro presidente a ser denunciado por um crime comum durante o exercício do mandato

Quem ganha

O Ministério Público Federal, que deve ampliar as frentes de investigação contra o emedebista

Quem perde

Temer. Sem foro privilegiado a partir de janeiro, ele passará a responder às denúncias

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete − onze =

Pergunte para a

Mônica.