PATROCINADORES

Senado faz consulta pública sobre criminalização do MST e MTST

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) já sinalizou que pretende tipificar invasão de propriedade como prática terrorista. Enquanto o novo presidente não toma posse, o site do Senado abriu uma consulta pública para saber a opinião da população sobre a criminalização do Movimento Sem Terra (MST), do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) e de outros movimentos semelhantes. Até a manhã desta quarta-feira (31), a votação era equilibrada, com leve vantagem dos que apoiam a proposição (clique aqui para acompanhar). A ideia, de iniciativa popular, está em tramitação na Comissão de Direitos Humanos e pode virar lei se for aprovada pelos senadores.

Por que é importante

Bolsonaro foi eleito com um forte discurso sobre a segurança pública e a defesa da propriedade privada

Quem ganha

Donos de terras e imóveis alvos dos movimentos

Quem perde

MST e MTST, que podem ter suas atuações limitadas

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

3 respostas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 + 17 =

Pergunte para a

Mônica.