PATROCINADORES

“Se eu errei, arco com a minha responsabilidade”, diz Bolsonaro

Jair Bolsonaro voltou a falar neste sábado (8) sobre o depósito de R$ 24 mil na conta de sua mulher, Michelle Bolsonaro, realizado por Fabricio Queiroz, ex-assessor do seu filho, Flávio. Assim como fez na sexta-feira (7), o presidente eleito disse que os pagamentos totalizaram, na verdade, R$ 40 mil, referentes a uma dívida que Queiroz teria com ele. Questionado sobre o destino dos depósitos, Bolsonaro afirmou que “tem dificuldade para ir ao banco”, justificando o motivo de ter usado a conta de sua mulher. “Se eu errei, eu arco com a minha responsabilidade perante o Fisco”, completou. O caso veio à público após o Estadão ter divulgado, na quinta (6), um relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) que apontou movimentação atípica de R$ 1,2 milhão em uma conta do ex-assessor de Flávio Bolsonaro, deputado estadual e senador eleito pelo PSL-RJ.

Por que é importante

O próprio Bolsonaro admitiu que conhece Fabricio Queiroz há mais de 30 anos

Quem ganha

A oposição ao futuro governo, que ganha munição para criticar o clã Bolsonaro

Quem perde

A família do novo presidente, questionada antes mesmo de o governo começar

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 + três =

Pergunte para a

Mônica.