PATROCINADORES

Reforma administrativa pode ficar para 2020, sinaliza Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro evitou dar prazo para envio da proposta de reforma administrativa elaborada pelo governo. A expectativa era que o projeto fosse detalhado nesta semana, mas a apresentação do plano pode ser adiada para 2020. Bolsonaro disse nesta segunda-feira (18) que o texto “está no forno” e que pretende encaminhá-lo ao Congresso em um momento político mais adequado. “Para ter menos atrito possível”, afirmou.

Por que é importante

Com a reforma administrativa, o governo quer mudar as carreiras e os salários dos servidores públicos

Quem ganha

Funcionários do alto escalão, que estão fazendo lobby no Congresso contra as eventuais alterações

Quem perde

O provável adiamento posterga o plano do governo de enxugar ainda mais a máquina pública

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Pergunte para a

Mônica.