Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Queiroz pode ser denunciado mesmo se não prestar depoimento

Queiroz pode ser denunciado mesmo se não prestar depoimento

O procurador-geral do Rio de Janeiro, Eduardo Gussem, disse nesta segunda-feira (14) que a ausência de Fabrício Queiroz em depoimentos não atrapalha as investigações e não impede que ele seja denunciado. O ex-motorista e ex-assessor do senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) já foi convidado duas vezes para prestar esclarecimentos no Ministério Público do estado, mas não compareceu alegando problemas de saúde. “A oitiva contribui mais para que ele apresente a versão dele. O MP trabalha com conjunto probatório e a prova real dos fatos. Nesse caso a prova documental é muito consistente. Através dessa prova documental, o MP pode chegar a conclusões de que tem elementos suficientes para propor uma ação penal e ele ter oportunidade de se pronunciar em juízo”, explicou o procurador.

Por que é importante
O Ministério Público do Rio de Janeiro apura se Fabrício Queiroz cometeu algum tipo de crime ao movimentar de forma atípica R$ 1,2 milhão em sua conta
Quem ganha
O MP-RJ, que pode denunciar o ex-motorista mesmo se ele não prestar depoimento
Quem perde
Queiroz e Flávio Bolsonaro, que até agora não esclareceram os fatos