PATROCINADORES

Proposta que restringe foro privilegiado avança na Câmara

A comissão especial da Câmara dos Deputados que analisava o fim do foro privilegiado aprovou a proposta que restringe a prerrogativa apenas para cinco autoridades: o presidente da República e o vice; mais os presidentes da Câmara, do Senado e do Supremo Tribunal Federal. Com o texto aprovado, deixam de ter foro privilegiado em crimes comuns ministros, governadores, prefeitos, chefes das Forças Armadas e todos os integrantes, em qualquer esfera de poder, do Legislativo, do Ministério Público, do Judiciário e dos tribunais de contas. A proposta ainda precisa ser votada no plenário.

Por que é importante

O fim do foro privilegiado é fundamental para tornar a Justiça mais célere e eliminar a sensação de impunidade em crimes que envolvem autoridades

Quem ganha

A população como um todo

Quem perde

Políticos envolvidos em crimes

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × quatro =

Pergunte para a

Mônica.