PATROCINADORES

Pezão vai continuar preso

O ministro Alexandre Moraes, do STF, negou habeas corpus ao governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (MDB). Moraes rejeitou o argumento da defesa do político de que não há indício de crime e que as provas contra ele não são concretas. Pezão está preso desde 29 de novembro acusado de receber propina e comandar um esquema de corrupção no estado.

Por que é importante

Luiz Fernando Pezão foi o primeiro governador preso pela Lava Jato no exercício do mandato

Quem ganha

O MPF, que conduz as investigações contra o político

Quem perde

Pezão, que seguirá preso

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove + 1 =

Pergunte para a

Mônica.