PATROCINADORES

Paulo Guedes, governo e Congresso disputam recursos do pré-sal

A equipe de transição de Paulo Guedes, futuro ministro da Economia, o grupo do presidente Michel Temer (MDB) e o atual Congresso estão em crise pela disputa dos recursos – cerca de R$ 100 bilhões – que serão arrecadados com leilão do pré-sal. O governo Temer é contra dividir os 20% dos valores arrecadados com os governadores, pois prejudicaria o orçamento federal. Já a equipe de Guedes é a favor, pois, segundo o economista, esses valores ajudariam a diminuir a pressão dos governadores por apoio federal. No Congresso, o tema deve ser votado em breve, junto com outro projeto de lei, que concede benefícios fiscais a empresas que estiverem localizadas na área de exploração do pré-sal. Essa ideia não agradou a Paulo Guedes. A informação é do jornal O Estado de S. Paulo.

Por que é importante

Os recursos do leilão do pré-sal são disputados pelo futuro governo Jair Bolsonaro, que não quer se submeter a pressões políticas dos governadores eleitos. Caso Paulo Guedes não tenha sucesso na sua investida, esse tema deve gerar crise logo no início do mandato

Quem ganha

Os governadores eleitos, que querem os royalties do pré-sal

Quem perde

O governo. Esse dinheiro ajudaria a sanar parte do déficit das contas federais em 2019

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze + 17 =

Pergunte para a

Mônica.