PATROCINADORES

Para Doria, PSDB precisa estar “sintonizado com a população”

O governador de São Paulo, João Doria, disse em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo que pretende transformar o PSDB em um partido de centro, que “terá relações respeitosas com a esquerda e com a direita”. “A partir de agora o PSDB vai estar sintonizado com a população. Vai estar sintonizado com o presente do país para garantir o seu futuro como partido político. Para isso ele não precisa renegar o seu passado, mas ele vai mudar. E será um partido de posições centrais, de centro”, explicou. O tucano demonstrou mais uma vez que será aliado do presidente Jair Bolsonaro (PSL) nas pautas para melhorar o ambiente de negócios no país. “Posso reafirmar que todas as medidas que forem positivas para o Brasil no plano econômico e no plano social e mesmo no institucional terão o nosso apoio”, acrescentou. O tucano citou como exemplo a necessidade de aprovação da reforma da Previdência, que deve começar a ser discutida em fevereiro no Congresso. “A reforma aprovada muda a história econômica do Brasil, abre as comportas para investimento estrangeiro no Brasil já neste ano, e isso vai se traduzir em emprego, renda e prosperidade de curto, médio e longo prazo”, afirmou.

Por que é importante

O tucano João Doria governa o estado mais rico e mais populoso do Brasil

Quem ganha

Doria, que virou o principal líder do PSDB após as eleições do ano passado

Quem perde

A ala conhecida como "cabeças brancas", que perdeu protagonismo dentro do partido

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Pergunte para a

Mônica.