Document
PATROCINADORES

MPRJ denuncia PM por torturar Garotinho em cela de Benfica

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MP-RJ) denunciou o policial militar (PM) Sauler Campos de Faria Sakalem pela prática de tortura contra o ex-governador do Anthony Garotinho (imagem). O policial é acusado de submeter Garotinho “a intenso sofrimento físico e mental”, enquanto o político esteve preso na Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica (RJ). De acordo com o Garotinho, Sauler invadiu sua cela na madrugada de 24 de novembro de 2017 para torturá-lo. A denúncia foi feita pela MPRJ na quinta-feira (19).

  • Garotinho foi preso em 22 de novembro de 2017 – era a terceira vez -, em decorrência das delações premiadas de executivos da JBS. Eles afirmaram terem doado R$ 3 milhões, via caixa 2, para a campanha do político ao governo do Rio em 2014;
  • As agressões foram denunciadas pelo ex-governador no mesmo dia;
  • O ex-governador foi solto 29 dias depois;
  • A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) argumentou que ele teria se lesionado e informou que ninguém passou pela ala onde ele estava preso.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.